Páginas

Tuberculose Pulmonar: Etiologia e Transmissão

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

  • ETILOLOGIA

tuberculose transmissãoA tuberculose pulmonar é uma doença infecciosa de evolução crônica comprometendo os pulmões. O gênero Mycobacterium são bacilos retos ou ligeiramente curvos que não formam esporos, esses bacilos possuem alto teor de lipídios presente na sua cápsula que leva a resistência a soluções contendo álcool ou ácido, porém ele é facilmente destruído por agentes físico, tais como o calor. Seu metabolismo é voltado para a construção dessa cápsula.

Aeróbico, duplica sua população entre 18h à 48h dependendo do pH, O2  e nutrientes do meio onde se encontra.

 

O Mycobacterium tuberculosis é dependente de parasitismo, pois não se apresenta livre na natureza.

 

Sua transmissão se dá por vias aéreas, facilitada pela aglomeração, tendo baixa morbidade que com o crescimento lento provoca doença de curso lento e crônico em indivíduos com baixa imunidade, pois os bacilos de Koch (Mycobacterium tuberculosis) não conseguem romper epitélio e infectar por suas próprias custas já que não possuem toxinas.

 

  • TRANSMISSÃO

 

Com a descoberta do bacilo por Koch (1882), introdução de diagnostico, aplicação da radiologia pulmonar e estudos epidemiológicos, foi possível a realização de densos estudos sobre a transmissão humana do M.tuberculosis.

Um desses estudos foi realizado para demonstrar que os bacilos sobreviviam algum tempo foda do organismo foi realizado um experimento em uma enfermaria que possuía pacientes eliminadores de bacilos no escarro em confinamento e que nos ductos de ar possuía animais não infectados pelo bacilo. Após certo período de experiência pode perceber que os animais foram infectados  comprovando assim a teoria.

 

Modelos in vitro os bacilos se comportavam de duas maneiras se depositavam no chão ou levitavam. Das que levitavam apenas as que ressecavam apresentavam característica aerodinâmica semelhante as dos gases (gotículas de núcleos de wells). No trajeto para chegar nos alvéolos, ao passar pelos bronquíolos os bacilos são eliminados pelo sistema mucociliar ou caem no sistema digestório e apenas os que conseguem chegar ao nível dos alvéolos terão possibilidade de casar uma infecção.

 

tuberculose gotículas

 

As relações entre bacilo, foco transmissor (doente) e seus contatos como maior quantidade de escarro , bacilos, tosse interferem sobre a comunicabilidade do bacilo de Koch, já que estudos relatam que quanto maior numero de tosse maior também será o numero de infectados e que pacientes com melhora de estado nutricional tendem a apresentar tose mais vigorosa levando assim a uma maior transmissão do M.tuberculosis.

 

Para uma infecção bem sucedida o tempo de exposição tem que ser no mínimo de 100 a 200 horas, quanto mais demorada a convivência maior a possibilidade de transmissão, com isso surge a necessidade de investigação dos contatos mais próximos. O contagio depende da relação entre o foco e o contato, sendo os contatos mais infectados os intradomiciliares e os íntimos. A infecção e a doença são mais comum entre indivíduos de baixa idade ou idosos, portadores de doenças imunossupressoras e os tuberculinos negativos, este ultimo é explicado, pois a presença de hipersensibilidade protege da reinfecção exógena quando exposto a um pequeno numero de partículas infectantes.

 

O tratamento interfere no contágio, já que nas 1ª semanas do tratamento a uma redução de bacilos eliminados pelo escarro. Nas gotículas ressecadas o medicamento também interfere a nível de multiplicação e sobrevida da bactéria impedindo assim o contágio. 

Ambientes mais ventilados, com troca de ar constante leva a uma maior segurança de prevenção, visto que 1% das gotículas suspensas conseguem sobreviver por algumas horas no ambiente.

 

Para  uma quebra na cadeia epidemiológica e tratamento eficaz  é necessário um diagnostico precoce que infelizmente no Brasil ainda não tem sido praticado como deveria.

 

Próximo post sobre tuberculose irei abordar a patogenia e a etiologia da Tuberculose Pulmonar. Já conhecem o fórum do Enfermagem… A Arte do Cuidar? Pois bem confiram o fórum que estou montando para todos nós partilharmos conhecimento. Acesse e confira e colabore: Fórum Enfermagem... A Arte do Cuidar.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Rafael Mafagafo já havia dito : A verdade é que eu acho legal o pessoal acessar o site e não deixar um recadinho… eh massa…
eh a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? não custa deixar um recadinho falando… legal…

 
Enfermagem... A Arte do Cuidar | by TNB ©2010