Páginas

Plasmídio Bacteriano

sábado, 15 de maio de 2010

Plasmídios são moléculas extracromossomais circulares de DNA encontrada em muitas espécies de bactérias, sendo que os plasmídios se replicam separadamente ou junto com a célula hospedeira, passando às células-filhas. Os plasmídios não são indispensáveis as células, mas podem conferir-lhe vantagens seletivas como por exemplo, degradação de um substrato e resistência a antibióticos.

O plasmídio possui um Fator F que é a capacidade do plasmídio ser transferido a uma célula hospedeira durante a conjugação (Fator Sexual), sendo assim a bactéria que possui o Fator F é capaz de transferir o fator sexual a célula receptora.

A replicação do plasmídio é dada em dois momentos, o primeiro é a duplicação do DNA para gerar 2 células filhas, o segundo momento é na conjugação onde a molécula de DNA replicada entra na célula hospedeira que é denominada de célula receptora. Muitos Plasmídos tem a habilidade de conferir a propriedade de fertilidade (Conjugativo), enquanto os não-conjugativos não tem a capacidade própria de transferência.

Plamídios resistentes a antibióticos em bactérias Gram-Positivas não podem ser trasnferidos por conjugação, eles então são transferidos por transdução onde há o envolvimento da ação de uma partícula viral. No caso dos plasmídios não conjugativos em Gram-Negativas podem ser transferidos somente se a célula contiver plasmídio conjugativo.


  • Tipos de Plasmídios
Plasmídios de tipo Sexual: São de suma importância para a trasnferência de plasmídios a uma célula receptora, sendo eles capazes de integrar-se no cromossomo, gerando uma célula de Alta Frequência de Recombinação (Hfr) ou permanecer independente.
Plasmídios R: Plasmídos que contêm informações para a síntese de enzimas que inativam antibióticos específicos, dando resistência aos antibióticos. Esse plasmídio tem dois componentes, o de Resistência-R e o de Transferência-RTF.

Plasmídios Col: Produz a proteína colina, que é capaz de inibir o crescimento de células que não possuem o plasmídio col.

Plasmídios Virulentos: Transportam informações que facilitem a virulência durante o processo de infecção em maquinas.

Por fim conclui-se que Plasmídios são moléculas de DNA circular, menores que o cromossomo, cujo os genes não determinam características essenciais, porém, muitas vezes, conferem vantagens seletivas às células que as possuem, sendo os plasmídios capazes de autoduplicação independentes e podem existir em numero variados.


3 comentários

Daniele disse...

Tbem estou na luta da enfermagem..................boa sorte a nos

Anônimo disse...

Então tá aí vai o meu recadinho:

Obrigado por me ajudar a realizar uma pesquisa sobre resistencia bacteriana a antibióticos.

Anônimo disse...

Achei ótimo seu blog...Para mim que também sou acadêmica de enfermagem, esse post foi um grande auxilio...Obrigada! Está 10!

Postar um comentário

Rafael Mafagafo já havia dito : A verdade é que eu acho legal o pessoal acessar o site e não deixar um recadinho… eh massa…
eh a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? não custa deixar um recadinho falando… legal…

 
Enfermagem... A Arte do Cuidar | by TNB ©2010