Páginas

Medicamento para H1N1 em Farmácias

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Do Diário do Pará

O Ministério da Saúde começa a distribuir este mês o medicamento antiviral Oseltamivir, ou o Tamiflu, remédio usado para tratar a Influenza A (H1N1) - a gripe suína - para as redes de farmácias populares de todo o país. No Pará, as farmácias já foram informadas de que está chegando até o dia 15 de abril o estoque da medicação. Diferentemente do ano passado, quando o Brasil foi surpreendido com o surto de gripe suína, este ano o Tamiflu poderá ser obtido na rede pública de saúde apenas com a retenção de receita, prescrita em no máximo cinco dias.


A nova determinação está regulamentada pela resolução 70 da diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A Portaria 472 do Ministério da Saúde autorizando a distribuição do medicamento foi publicada no dia 4 de março.


A medicação será distribuída gratuitamente em postos e hospitais definidos pelas secretarias estaduais de Saúde e nos cerca de 560 estabelecimentos da rede do programa Farmácia Popular.


A segunda fase do programa envolve a rede de estabelecimentos privados, que vendem medicamentos contra doenças crônicas, como hipertensão, diabetes e anticoncepcionais. O governo reembolsa às farmácias parte do preço do medicamento.

O fosfato de oseltamivir, nome do princípio ativo do Tamiflu, fará parte da lista de medicamentos subsidiados em até 90% pelo governo federal e que é vendida pela rede privada de farmácias credenciadas ao programa Farmácia Popular.


O valor de referência do comprimido do medicamento (preço pelo qual será vendido pela farmácia) será entre R$ 1,39 e R$ 3,49, dependendo da sua apresentação. Mas o estabelecimento será reembolsado de R$ 1,25 a R$ 3,14 - ou seja, o consumidor pagará apenas 10% por cada comprimido vendido com receita médica (a forma pela qual a farmácia recebe o subsídio) e prescrição médica com validade de cinco dias.

A droga antigripal, que vem em três apresentações (30 mg, 45 mg e 70 mg), será incluída no programa a partir do próximo dia 15 de abril até 15 de março de 2011. O Tamiflu é considerado a droga mais eficiente, até o momento, no tratamento da Influenza A (H1N1), sendo recomendado, inclusive, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Cada um dos tratamentos é composto por 10 cápsulas de fosfato de osetalmivir, quantidade indicada para um paciente.


O estoque nacional de antivirais para o controle da gripe pandêmica é de 21,9 milhões de tratamentos, segundo informou o Ministério da Saúde. Esse estoque inclui 6,2 milhões de tratamentos em estado bruto, armazenados em tonéis que restaram do estoque estratégico adquirido em 2006 para preparação para uma eventual pandemia de gripe aviária.


Também compõem esse estoque de 21,9 milhões outros 11,5 milhões de tratamentos prontos para consumo e outros 4 milhões em matéria-prima estocada em tonéis, comprados para 2010. O Ministério da Saúde adquiriu também 200 mil tratamentos de Zanamivir – medicamento que será usado apenas em eventuais casos de resistência ao Oseltamivir. (Diário do Pará)



Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Rafael Mafagafo já havia dito : A verdade é que eu acho legal o pessoal acessar o site e não deixar um recadinho… eh massa…
eh a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? não custa deixar um recadinho falando… legal…

 
Enfermagem... A Arte do Cuidar | by TNB ©2010