Páginas

Estruturas Bacterianas e Suas Funções

sábado, 27 de março de 2010

A célula bacteriana apresenta várias estruturas, dando assim resistência as bactérias contra nossas defesas imunológicas, as estruturas de uma célula bacteriana típica são:

Cada uma dessas estruturas serão estudadas ao longos das postagens e adicionadas o link nos seus respectivos tópicos.


  • Membrana Citoplasmática

Também conhecida como membrana plasmática é vital para as células, ela forma uma barreira entre o meio externo e o interno da bactéria.

Estrutura Química: Como a maioria das membras biológicas, ela é composta de 60 % proteínas imersas em uma bicamada de fosfolipídios (40%). Essas proporções podem variar dependendo da espécie. Uma característica que deve-se ressaltar é que o que diferenciará as membranas dos procariotos (no caso as bactérias) e as dos eucariotos é a ausência de esteróis nos procariotos.

  • Parede Celular

É responsável pela forma das bactérias (cocos, bacilos etc....). Além de impedir que a bactéria “estoure” já que muitas vezes a pressão osmótica interna é muito grande. A parede celular também participa da divisão celular, como prime da biossíntese dando origem ao septo que separa as duas novas células.

Estrutura Química: As paredes de bactérias Gram- Positivas e Gram-Negativas apresentam diferenças marcantes, como por exemplo, as Gram-negativas possuem várias camadas que diferem na sua composição química e consequentemente se torna mais complexa que as Gram-positivas que, apesar de serem mais expeças, apresentam predominantemente um único tipo de macromolécula.


Na maioria das bactérias a parede celular deve sua rigidez a uma substancia comumente encontrada em procariotos, chamada de peptidioglicano. O Peptidioglicano (formado por uma alternância de N-acetil-glicosamina – NAG e ácido N-acetilmurâmico – NAM) é encontrado em maior quantidade nas bactérias Gran-positivas (15% a 50 %) , enquanto nas Gran-negativas não passa de 5%.


Como já foi dito, a parede das bactérias Gam-negativas é mais complexa, sendo ela formada por uma ou poucas camadas de peptidioglicano e por uma membrana externa.


Devido a menor concentração de peptidioglicano a parede das Gram-negaivas é mais susceptível a “quebras” quando comparadas as Gram-positivas.


* Membrana Externa
Como a maioria das membranas biológicas a membrana externa da bactéria Gram-negativa é formada por dupla camada lipídica, onde a camada interna é basicamente fosfolipídios e a externa contendo lipopolissacarideos e proteínas.


Lipopolissacarideos: Composto por um lipídeo complexo (Lépido A), ao qual está ligado um polissacarídeo chamado antígeno O. O LPS (Lipopolissacarideo) também é chamado de endotoxina, pois tem propriedade toxica, provocando danos fisiológicos a seres vivos.


As características antigênicas nas bactérias Gram-negativas é dada pelos açucares que compõem a cadeia lateral dos LPS, cujos variam a depender da espécie de bactéria.


Como na membrana citoplasmática, a membrana externa das bactérias Gram-negativas é um mosaico fluido com um conjunto de proteínas imersas em um matriz. As principais matrizes são:


  1. Porinas: Tridimensionais: Poros para passagem de soluto;

  2. Proteínas da Membrana Externa: Estruturalmente diferente das porcinas, mas com função de transporte de soluto;

  3. Lipoproteínas: Está ligada ao peptidioglicano.

A presença da membrana externa em bactérias Gram-negativas confere características bastantes peculiares quando comparadas as Gram-positivas, assim a grande carga positiva proveniente dos polissacarídeos localizados na camada externa da uma importante evasão dessas bactérias contra as células fagocitárias.

Além disso a membrana externa é uma barreira para impedir a entrada de antibióticos, por exemplo penicilina, lisozima, detergentes etc.., todavia, a membrana não é barreira para todas as substancias deixando entrar como por exemplo nutrientes.

Espaço Periplasmatico: Espaço compreendido entre a membrana externa e interna das Gam-negativas. Além do peptidoglicano, contem uma serie de enzimas hidroliticas e enzimas capazes de inativar drogas.

Há bactérias com parede que diferem na composição química ou que não possuem parede, elas são divididas nos grupos das:


  1. Arqueobacterias: Não possuem peptidioglicano, sendo algumas compostas exclusivamente de N-acetilglicosamina – NAM e outras de apenas proteínas;

  2. Microplasma: Não possuem parede celular ou citoesqueleto e limitada apenas por camada fosfolipidica associada a proteína;

  3. Formas L: Células sem parede originais de bactérias Gam-negativas ou Gram-positivas selecionadas pelo uso de agentes que destroem a parede (lisozima ou penicilina). Podendo ser estáveis(permanecem sem parede) ou instáveis (sintetizam a parede).

7 comentários

Anônimo disse...

é encontrado em maior quantidade nas bactérias Gran-positivas (15% a 50 %) , enquanto nas Gran-positivas não passa de 5%.


E as gram- negativas como ficam????

Lucas Queiroz disse...

Erro de digitação o correto seria: "O Peptidioglicano (formado por uma alternância de N-acetil-glicosamina – NAG e ácido N-acetilmurâmico – NAM) é encontrado em maior quantidade nas bactérias Gran-positivas (15% a 50 %) , enquanto nas Gran-NEGATIVAS não passa de 5%."

Com essa diferença de concentração de Peptidioglicano, a parede da gran-negativa e mais suscetível a quebra quando comparadas as gra-positivas.

Mas em contrapartida a gran-negativa é mas patogenica por ter mais complexidade na parede celular.

Esclarecido?

Anônimo disse...

Legal , aprendi um pouco de celula bacteriana

Anônimo disse...

legal, me ajudou. gostei

Luccy Moreira disse...

Gosteii me ajudouuu
bjimmm ;)

Augusto Chigalo disse...

foi importante para o enriquecimento dos meus conhecimentos relacionados com as bacterias

Anônimo disse...

Gostei bastante do site ! Tem me ajudado muito, abraço Maria

Postar um comentário

Rafael Mafagafo já havia dito : A verdade é que eu acho legal o pessoal acessar o site e não deixar um recadinho… eh massa…
eh a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? não custa deixar um recadinho falando… legal…

 
Enfermagem... A Arte do Cuidar | by TNB ©2010