Páginas

Enfermagem 4º curso na UFBA

sábado, 14 de novembro de 2009

do A Tarde

Dógenes fará vestibular para enfermangem sob influência do irmão, que segue esta carreira

Não falta trabalho. É com essa esperança que 1.259 candidatos se inscreveram para o vestibular de enfermagem da Universidade Federal da Bahia (Ufba) que, este ano, aparece como o quarto mais concorrido, atrás de medicina, psicologia e direito.

Nas provas do vestibular, que começarão domingo, serão 12,59 pessoas na disputa por cada uma das 100 vagas. Especialistas afirmam que os profissionais formados são absorvidos no mercado de trabalho. No entanto, quem planeja entrar no ramo deve saber que ser enfermeiro exige muitos sacrifícios.

De acordo com a presidente da Associação Brasileira de Enfermagem – seção Bahia (Aben), Maria Luisa Almeida, o excesso de profissionais tem precarizado as relações de trabalho. Isso faz com que muitos hospitais, clínicas e prefeituras não garantam todos os direitos trabalhistas.

“São contratos de trabalho terceirizados, sem vínculo e que não garantem benefícios como 13º salário ou FGTS. Para garantir renda digna, tem enfermeiro com até três empregos. O profissional fica sem qualidade de vida”, diz.

Um profissional recém-formado tem salário entre R$ 2 mil e R$ 2.500. Segundo dados do Conselho Regional de Enfermagem (Coren), existem 27 faculdades com o curso na Bahia, sendo 12 em Salvador.

O mais antigo é o da Ufba, criado em janeiro de 1946. O sonho de entrar na instituição é perseguido por jovens como Diógenes Vaz, 18 anos, que tenta pela segunda vez.

Trabalho - Estimulado pelo irmão mais velho, que é enfermeiro, Diógenes deixou a cidade natal, Irecê, e veio para Salvador a fim de ampliar os estudos. “Na enfermagem sei que tem trabalho. Não quero sofrer com falta de emprego no futuro” disse ele.

Para a presidente do Coren, Gícele Dórea, “não há melhor área para trabalho”. Além das tradicionais vagas em unidades de saúde, Gícele lembra que os programas de atenção à saúde e serviços de auditoria em hospitais e planos de saúde se tornaram atrativos.

Para quem for aprovado este ano, a diretora da Escola de Enfermagem da Ufba, Heloniza Costa, diz que, em 2010, os calouros serão os primeiros a encarar o novo currículo. Desde o primeiro semestre, os alunos terão contato com o Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, as aulas serão pela manhã, para que os alunos possam compatibilizar os estudos com o trabalho.



Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Rafael Mafagafo já havia dito : A verdade é que eu acho legal o pessoal acessar o site e não deixar um recadinho… eh massa…
eh a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? não custa deixar um recadinho falando… legal…

 
Enfermagem... A Arte do Cuidar | by TNB ©2010