Páginas

Nomenclatura de Compostos Orgânicos - 2

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Antes de ler está postagem recomendo que dê uma olhada na primeira parte de Nomenclatura de Compostos Orgânicos, encontrada aqui no Blog.


Álcoois


É considerado álcool compostos orgânicos que apresentam a hidroxila:

HidroxilaHidroxila

A numeração é feita começando pela extremidade mais próxima do grupo OH.


I. Troca-se a terminação do hidrocarboneto correspondente por OL;


II. A cadeia principal é a maior fila de átomos de carbono que contenha a hidroxila;


III. Quando houver mais de uma possibilidade para a posição da hidroxila, esta deve ser numerada;


IV. A numeração da hidroxila se inicia pela extremidade mais próxima da mesma;


Obs.: álcoois insaturados: posição da insaturação + hidrocarboneto correspondente + posição do OH + OL


Aldeído


É considerado aldeído compostos que apresentam:

aldeido Aldeído com seu radical a direita.



Troca-se a terminação do hidrocarboneto correspondente por AL;


A numeração se inicial pelo carbono do grupo funcional;


Obs.: O formol é um aldeído em solução aquosa.


Cetona

Cetona No local do R1 e R2 se encontram carbonos.



Troca-se a terminação do hidrocarboneto correspondente por ONA;


A numeração da cadeia se inicia pela extremidade mais próxima da carbonila (-CO-);


Lembrando que nas cetonas insaturadas: posição da insaturação + hidrocarboneto correspondente + posição da carbonila + ONA;


A nomenclatura se dar por: (grupo menor)-(grupo maior)-CETONA


ATENÇÃO!!! Não confundam CETONA com ALDEIDO, pois seus radicas são bem parecidos, sendo a única diferença a de que na Cetona o oxigênio está ligado com um carbono que por sua vez está ligado a dois carbonos. Enquanto no aldeído é um oxigênio ligado a um carbono que está ligado a um carbono e um hidrogênio.


Acido carboxílico


Troca-se a terminação do hidrocarboneto correspondente por ÓICO;


ÁCIDO + hidrocarboneto correspondente + ÓICO;


A nomenclatura usual dos ácidos carboxílicos está relacionada com a origem do ácido ou de suas propriedades: ácido metanóico (ácido fórmico); ácido etanóico (ácido acético); ácido propanóico (ácido propiônico); ácido butanóico (ácido butírico); ácido etanodióico(ácido oxálico) etc.


Fenol

Fenol

Quando a hidroxila –OH estiver fixada a um carbono insaturado em um anel aromático.


Usa-se o prefixo HIDRÓXI;


Havendo necessidade de numeração, esta se inicia pela hidroxila e segue o sentido dos menores números;


Obs.: O número "1" atribuído a hidroxila pode ser omitido;


ATENÇÃO!!! Não confundir com anel benzeno


Éter

Quando um átomo seja ele oxigênio, cloro ou outro que não seja carbono esteja fazendo ponte de ligação entre dois compostos.


(grupo menor) ÓXI + (hidrocarboneto correspondente ao grupo maior)


Macete: Éter lembra hetero átomo.


Éster


Substitui-se a terminação ICO do ácido carboxílico correspondente por ATO e acrescenta-se o nome do grupamento ligado ao oxigênio;


Obs.: o nome do grupamento deve terminar com ILA e não com IL. EX.: metila, etila etc.


Obs.: Um raciocínio mais fácil é acrescentar ATO ao hidrocarboneto correspondente, não sendo assim necessário, raciocinar com o ácido carboxílico correspondente;


Bem essa foi a segunda parte da postagem de nomenclatura de compostos, o discente de bioquímica, disciplina de enfermagem, deve ter esses conhecimentos na memoria para alcançar o sucesso na matéria. Para a tabela dos prefixos e sufixos dos compostos retirada do livro Tito & Canto clique aqui.


Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Rafael Mafagafo já havia dito : A verdade é que eu acho legal o pessoal acessar o site e não deixar um recadinho… eh massa…
eh a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? não custa deixar um recadinho falando… legal…

 
Enfermagem... A Arte do Cuidar | by TNB ©2010