Páginas

Freud Além da Alma

sábado, 15 de agosto de 2009

Certos fatores dos séculos XVIII e XIX constituíram a precondição freufffff para o surgimento da psicanálise. Nesse período assistiu-se a uma verdadeira explosão discursiva sobre a sexualidade, pode-se perceber isto através do filme “Freud Além da Alma” dirigido por John Huston no ano de 1964.


A trama deixa transparecer que, embora os estudos de Singmund Freud entrassem em contradição com a ala conservadora da medicina, que viam nas teorias dele uma ameaça à primazia do ser humano, mesmo assim o pai da psicanálise prosseguiu em uma linha de pensamentos e descobriu que o ser humano se divide entre consciente e inconsciente.


Esta oposição ao pensamento da maioria dos médicos da época, fez com que a carreira profissional de Freud tivesse seu inicio frustrada, mostrado claramente no inicio do filme quando ele apresenta sua teoria sobre consciente e inconsciente no comitê de medicina cuja não é aceita pelos médicos presentes, com exceção de Josef Breuer que era um colega mais velho da faculdade de medicina.


Com o decorrer do filme pode-se observar que foi com as discussões de casos clínicos de Breuer que Freud começava a construir algumas de cecilisuas teorias. Um dos primeiros casos clínico relatado deve-se a uma paciente de Breuer, cujo nome era Cecili, que sofria de histeria, neurose complexa caracterizada pela instabilidade emocional, com isso ela apresentava sintomas de paralisia parcial, cegueira além de outros traumas. Com o transcorrer dos atos de Dr. Breuer nas sessões, a paciente cria sentimentos que o fazem deixar o caso a inteira responsabilidade de Singmund.


Ao decorrer do tratamento do caso de Cecili, Freud em uma consulta com o filho do general chamado Carl, que era apaixonado pela mãe e que apunhalou o pai, percebe que estava entrando em uma "caixa dos escorpiões" falada por Meynert, pois o rapaz apresenta um trauma, que Freud tenta reprimir inconscientemente. Isso faz com que ele se interrogue por que se recusou a assumir o caso do jovem, lembrando que nesse momento Singmund ainda não tinha conhecimento sobre “Complexo de Édipo.”


Essa duvida só aumenta depois da morte de Jacob Freud (1896), seu pai, Singmund Freud passa a ter sonhos obscuros relacionados ao caso do paciente Carl, naquele período, segundo as cartas recebidas por Wilhelm Flies confidente de Freud, ele dedica-se a anotar e analisar seus próprios sonhos, remetendo-os à sua própria infância e, no processo, determinando as raízes de suas próprias neuroses.


Durante o curso desta auto-análise, Freud chega à conclusão de que seus próprios problemas eram devidos a uma atração por sua mãe e a uma hostilidade ao seu pai. É o famoso "complexo de Édipo", que se torna o coração da teoria de Freud sobre a origem da neurose em todos os seus pacientes. Vale salientar que todos esses acontecimentos da vida real e muito bem manifestados no filme.


Depois de Singmund Freud ter encontrado seu trauma, ele volta sua atenção para solução do caso de Cecili, ele se surpreende ao diagnosticar que sua paciente também sofre do “complexo de Édipo”, isso vem afirmar o que Singmund já havia teorizado, que toda histeria é de natureza sexual.


Nesse último ponto Breuer não concordava, levando a separação dos dois na vida real logo após a apresentação dos casos clínicos.


Para curar a histeria de Cicili, Freud fez uso do tratamento consistia na chamada "cura pela fala" ou "cura catártica", na qual o ou a paciente discute sobre as suas associações freud almeeecom cada sintoma e, com isso, os faz desaparecer, essa técnica tornou-se o centro das técnicas de Freud.


Depois de Singmund Freud ter encontrado seu trauma, ele volta sua atenção para solução do caso de Cecili, ele se surpreende ao diagnosticar que sua paciente também sofre do “complexo de Édipo”, isso vem afirmar o que Singmund já havia teorizado, que toda histeria é de natureza sexual.


Nesse último ponto Breuer não concordava, levando a separação dos dois na vida real logo após a apresentação dos casos clínicos.


Para curar a histeria de Cicili, Freud fez uso do tratamento consistia na chamada "cura pela fala" ou "cura catártica", na qual o ou a paciente discute sobre as suas associações com cada sintoma e, com isso, os faz desaparecer, essa técnica tornou-se o centro das técnicas de Freud.


Freud além da alma demonstra existência de outra parte de nossas mentes, que funcionava no mais obscuro segredo e que pode ate comandar nossas vidas. Esta é a historia de Freud numa região tão escura quanto o próprio inferno, o inconsciente humano, e de como ele o iluminou.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Rafael Mafagafo já havia dito : A verdade é que eu acho legal o pessoal acessar o site e não deixar um recadinho… eh massa…
eh a mesma coisa que você cagar e não puxar a descarga… porque querendo ou não você usou aquilo, pode ser num momento de merda, mas usou certo? não custa deixar um recadinho falando… legal…

 
Enfermagem... A Arte do Cuidar | by TNB ©2010